Boa vida em Gijón

O mar está sempre presente. A montanha também. Tudo na cidade mais populosa das Astúrias tem um tempero muito próprio: a comida, o clima, o bairrismo e o sentido de humor.

Amesterdão e o bairro da moda

Roteiro pelo bairro de Jordaan, no centro, mas longe das hordas de turistas. Boa vida à beira dos canais de Amesterdão.

Descobrir Madrid com um telemóvel

A convite da Google, a «Volta ao Mundo» esteve em Madrid a conhecer as funcionalidades das aplicações para telemóveis e de que maneira nos podem ser úteis em viagem.

Vietname – Rota romântica no destino mítico

Fomos em busca das memórias da escritora Marguerite Duras e do seu livro «O Amante» pela antiga Indochina. E tal como a senhora das letras, também nos apaixonámos.

Melanésia – Um portfólio de tribos no Pacífico Sul

Nas ilhas do Pacífico Sul há tribos que acreditam no regresso dos «homens brancos» e das suas ricas mercadorias. Constroem réplicas de armas, aviões e helicópteros, criam armas em madeira e vestem-se como os antigos soldados da II Guerra Mundial. No século XXI, o folclore mistura-se com a devoção.

Mário Augusto no país de «O Senhor dos Anéis»

Mário Augusto, homem do cinema e da comunicação, recorda a ida aos Antípodas. E como parecia que estava num filme de Peter Jackson. O jornalista conta-nos como foi ir à Terra Média.

Cidade do Cabo é muito cool

Depois de ter ganho as atenções com o Campeonato Mundial de Futebol de 2010 e como Capital Mundial do Design em 2014, a Cidade do Cabo, na África do Sul, faz tudo para provar que, além de multicultural, multifacetada, multilingue, multirracial e multidesign, é também muito cool.

Pilsen – Roteiro pela Capital Europeia da Cultura

Pilsen é o grande destino turístico da cerveja checa. A cidade é capital europeia da cultura em 2015 e revela o seu lado mais erudito. Vamos à descoberta de mais uma pequena pérola europeia.

Nepal antes do terramoto – Portfólio

Portfólio — A 25 de abril de 2015, um terramoto de 7,8 graus na escala de Richter devastou o Vale de Kathmandu, no Nepal, provocando mais de 8000 mortos. Além da capital, as cidades de Patan e Bhaktapur foram as mais afetadas. Nesta última, 116 edifícios históricos sofreram danos, perto de 70 deles ficaram completamente destruídos. Ninguém poderá trazer de volta as vidas nem o património. Resta-nos recordar o que a humanidade perdeu.

Kotor – A beleza medieval

No sopé de uma montanha avassaladora, ao largo da Boka Kotorska, cresceu uma das mais antigas e bonitas cidades de Montenegro, considerado o mais novo país do mundo. Cidade histórica com os pés no Adriático, Kotor é Património da Humanidade. A UNESCO assim a classificou.

MAIS RECENTES